Você sabe a diferença entre Distribuição de lucros e Pró labore? Confira aqui!


O pró-labore é o salário que o dono da empresa recebe por trabalhar nela. A distribuição de lucros está relacionada ao investimento que se fez na empresa, ou seja, é a maneira de o empreendedor ser recompensado por ter seu capital investido na firma e pelos riscos que assumiu, quer trabalhe na empresa ou não.

Os dividendos são proporcionais ao valor que cada investidor colocou na empresa. Por exemplo, se o capital social é de R$ 100 mil e um dos sócios investiu R$ 70 mil e, o outro, R$ 30 mil, o primeiro ficará com 70% dos lucros, enquanto que o segundo terá direito aos 30% restantes. Não há incidência de Imposto de Renda, nem contribuição previdenciária sobre esse tipo de retirada. Dependendo do tipo de empresa, se é lucro real ou presumido, a isenção sobre os dividendos está condicionada a um limite. E, se não houver lucro, não há retirada, obviamente.

PLANO DE CONTAS CONTÁBIL

Os relatórios da sua empresa entregam os resultados com clareza? Otimize suas análises comum um bom plano de contas!

Não pensar na estrutura adequada para os relatórios é um erro que muitas empresas cometem. Contudo, só percebem quando os relatórios de desempenho fornecem uma visão simplista ou distorcida do resultado do negócio. É como plantar laranja mas querer colher abacate.

o plano de contas é uma relação de códigos e classificações usada para o registro das entradas e saídas financeiras de uma empresa e deve ser estruturado tanto de acordo com as normas e leis quanto com a necessidade da empresa.

Não existe uma receita para estruturar um plano de contas contábil, é necessário identificar algumas características. Como regra, o plano de contas é dividido em quatro grandes grupos: Ativo, Passivo, Receitas e Despesas. Os dois primeiros grupos correspondem às contas patrimoniais da empresa, e os dois últimos, às contas de resultado.

Quem trabalha com os lançamentos contábeis sabe para que serve cada conta, o que pode e deve conter, além de outras informações essenciais, para que o resultado final atenda às necessidades da empresa.

Ao ler esse post, você pode ter identificado a necessidade de reavaliar a estrutura dos seus relatórios. Entre em contato com a gente e saiba mais!

Você possui CONTROLE sobre a situação orçamentária da sua empresa?

Em momentos como esse de crise, quem realiza um planejamento orçamentário consegue identificar com mais facilidade as oportunidades de redução e otimização de gastos, enfrentando um cenário desafiador de forma sustentável e saudável.

A participação dos gestores neste processo, é o que chamamos de orçamento colaborativo por não ser planejado apenas elaborado pelos diretores e sócios da empresa.

O gestor, ao elaborar o orçamento deve prever as receitas e as despesas que terá no futuro para planejar onde, quando e quanto de dinheiro será necessário para alcançar seus objetivos em cada período. Isso se trata de gestão orçamentária.

CONFIRA 3 SINAIS DE QUE A SUA EMPRESA PRECISA DA CONTABILIDADE GERENCIAL PARA REALIZAR A GESTÃO ORÇAMENTÁRIA:

– Gastar mais do que recebe, ocasionando problemas de liquidez;

– Não honrar com pagamentos de terceiros no futuro, risco de endividamento;

– Perder lucratividade ao longo do período.

– Não possuir fundo de emergência para períodos de crise

Você se identificou com algum desses fatores?

Vale ressaltar que a participação de todos da equipe é importante no desenvolvimento do orçamento empresarial, pois fornece uma visão geral da saúde financeira de empresa, e torna a equipe engajada em torno do planejamento empresarial.

Impostos com prazos prorrogados! Confira

Você sabia que os prazos para pagamento de impostos para a modalidade Simples Nacional, a nível federal, foram prorrogados?

Mas fique atento: os tributos PARCELADOS (SIMPLES) e os impostos estaduais e municipais (ICMS E ISS) não foram prorrogados!

Criamos um mini calendário tributário para você estar atento aos novos prazos federais. Obter um planejamento tributário é a melhor forma de estar sempre um passo a frente quando falamos sobre a vida financeira de uma empresa.

Manda esse post para aquele amigo que também é da modalidade Simples Nacional!

Será que a sua empresa está pagando imposta a mais?

São tantos tributos e tantas modificações legislativas que é fácil fazer confusão e acabar pagando impostos a mais ou com valores que não são mais condizentes com a realidade.

Confira duas dicas que vão ser úteis para você ficar atento se há algum crédito tributário a recuperar:

Verifique no seu portfólio se há algum produto com benefício tributário. Geralmente, as empresas do ramo da indústria e comércio possuem um vasto portfólio de produtos, e por isso devem redobrar a atenção neste quesito. Da mesma forma, empresas que possuem produtos destinados às necessidades básicas da sociedade – como a saúde – também devem ter máxima atenção sobre a legislação específica.

Revise se estão corretas as bases de cálculo, alíquotas e apurações dos impostos. Atenção nunca é demais. Lembre-se sempre de pedir para que o profissional técnico de sua empresa se paute na legislação vigente e as do compliance tributário.

Obter um planejamento tributário e uma empresa que o execute é a maneira mais segura de se manter em dia com as obrigações fiscais.

Você conhece e sabe interpretar os números da sua empresa?

É verdade que, quando as coisas vão bem, não se percebe sintoma de possível problema, normalmente os líderes ficam tranquilos e podem vir a relaxar os controles. Não é o correto, mas até naturalmente isso acontece, como nas coisas usuais da vida e na própria saúde: quando começa a dor é que se procura o médico ― nem todos têm o hábito da prevenção e do checkup.

Os números da sua empresa tem vida?

Não adianta ter vários dados relevantes, mas mantê-los arquivados. Os números precisam ter vida e para isso é necessário contar com a ajuda de uma empresa que possa oferecer o auxílio necessário com informações relevantes.

Aqui na DMF a sua empresa obterá uma contabilidade gerencial, os número não só terão vida, como trabalharão pelo seu negócio.

BPO Financeiro: Conheça os nichos de mercado que a DMF pode ajudar com essa solução

Já pensou em optar por uma gestão especializada do seu setor financeiro?

Contar com a DMF para gerir o financeiro da sua empresa pode proporcionar tempo livre para focar na atuação da sua empresa em outras frentes.

Quais os nichos que podem adotar um BPO financeiro?

Todos! O mercado atual permite e incentiva que as empresas busquem profissionalizar os seus setores e contar com profissionais qualificados e especializados à frente de suas operações.

Conte com a DMF para alavancar o seu negócio!

A contabilidade na gestão de custos

Você sabe como funciona a contabilidade na gestão de custos? Compreenda o funcionamento e conheça algumas vantagens de contar conosco no seu time!

É uma área da contabilidade que trata dos gastos na produção de bens ou serviços. Podemos defini-la também como o registro contábil das operações de produção da empresa, através das contas de custeio.

Como a contabilidade de custos pode contribuir para uma boa gestão na minha empresa?

É possível controlar melhor as despesas de produção e ajudar nas tomadas de decisões. O mais importante é que esses custos estejam sempre sob controle e sejam monitorados para que sua gestão jamais saia dos eixos.

As principais vantagens desse tipo de serviço incluem:

  • Auxiliar na formação do preço de venda;
  • Embasar decisões de produção
  • Estabelecer os custos para um determinado período;
  • Ter maior controle sobre as quantidades físicas produzidas, por meio do custo médio;
  • Estabelecer sistemas de controle de custo que permitam análises, comparações, redução ou melhoria do custo;
  • Fornecer dados de custo com relação a determinadas alternativas, a fim de que a administração possa tomar decisões quanto à escolha.

Quer controlar melhor os custos da sua empresa? Entre em contato conosco e assuma o controle financeiro da sua organização!

Calendário Fiscal – Fevereiro 2020

Você sabe quais são as obrigações fiscais da sua empresa para esse mês?

Fevereiro é um mês mais curto, mas as obrigações fiscais continuam! Por isso é tão importante contar com um calendário fiscal, assim fica mais difícil esquecer os compromissos, manter os pagamentos em dia e evitar gastos extras.

Confira algumas obrigações fiscais que devem ser realizadas ainda em fevereiro:

Esses são alguns dos impostos e datas que devemos estar atentos esse mês. Quer evitar dores de cabeça e perda de dinheiro? Contrate o nosso serviço e deixe que organizemos a vida fiscal e tributária da sua empresa!